arrow_drop_down
search
Foto:Reprodução: Gustavo Oliveira

Futebol Londrina

Ação do Londrina contra o Figueirense pode ser adiada para 2020

O Tubarão se vê prejudicado após ser rebaixado e, com ação judicial, o clube paranaense aponta os salários atrasados e o W.O sofrido pelo Figueirense como motivo para perda de pontos do clube catarinense. 

Bolavip
BolaVip Brasil

Foto:Reprodução: Gustavo Oliveira

Foto:Reprodução: Gustavo Oliveira

Na última terça-feira, o presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol (STJD), Paulo César Salomão, aceitou o pedido liminar da diretoria do Londrina contra o Figueirense. Mas caso não tem previsão de definição prevista para 2019 e ganhará novos capítulos em 2020. 

Foto/Reprodução, Gustavo Oliveira

Rebaixado na 17º posição com 39 pontos, o clube paranaense não quer que seja definido o seu rebaixamento, apontando as fatos irregulares que ocorreram com o Figueirense, que ficou na 16º posição - apenas uma acima da zona rebaixamento - com 41 pontos.

A diretoria do Tubarão aponta os seguintes fatos: atrasos salariais que, inclusive, como consequência, gerou um W.O, sofrido pelo o Figueirense na 17ª rodada, contra o Cuiabá, quando os jogadores do clube catarinense se recusaram a entrar em campo.

O pedido enviado ao tribunal, foi assinado pelo escritório de advocacia de Paulo Schmitt, que vê o Londrina como prejudicado pelo o W.O que o Figueirense causou no Série B. Mas nessa sexta-feira (13), a medida cautelar ficou de fora da última sessão prevista para o STJD de 2019, que está marcada para a próxima quinta-feira. Ainda sem confirmação do período de recesso do STJD, o julgamento segue sem uma data definida e pode acabar ficando apenas pro próximo ano, adiando ainda mais o desfecho do caso.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.