Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia

Futebol: Mais notícias

Futebol Bahia

Além de Arthur Caíke, Roger Machado pode ter saída de defensor do Bahia; vínculo está próximo do fim

Lateral ainda não conseguiu despontar por conta de problemas de lesão e pode deixar o Esquadrão de Aço. Arthur Caíke é outro atleta que o presidente Guilherme Bellintani terá que rever a situação em meio à pandemia do novo Coronavírus

Bolavip

Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia

Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia

Com o elenco nas mãos do técnico Roger Machado, o Bahia se mostra uma equipe preparada para grandes competições. Os atletas ganham sequência e ajuda no desempenho dentro das quatro linhas, deixando a torcida com grandes perceptivas.

Nos últimos dias, a situação de Arthur Caíke vem sendo uma das mais comentadas nos bastidores. O clube deixa claro que deseja a permanência do atacante, porém, a negociação não é simples. O atleta pertence ao Al-Shabab, da Arábia da Saudita, onde está emprestado até junho.

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Recentemente, o presidente do Esquadrão de Aço, Guilherme Bellintani, confirmou a intenção de manter o atleta. "A gente está conversando com o clube árabe pra ver sobre a possível renovação, mas não temos notícia ainda".

 

Além do velocista, de acordo com o site GloboEsporte.com, outro também que pode sair é Giovanni que, neste momento, está fora de combate. Em 2019, o lateral sofreu uma lesão no tendão de Aquiles e estava entregue ao departamento médico, tendo vínculo somente até o fim deste mês. 

 

O ala chegou ao Tricolor baiano no ano passado, vindo da Ponte Preta. Até aqui, foram 10 partidas e nenhum gol marcado. O atual valor de mercado, segundo o site Transfermarkt, é de 475 mil euros, cerca de R$ 2,8 milhões. 

Temas:

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.