arrow_drop_down
search
Jean, ex-São Paulo, é solto nos EUA, mas ficará afastado da esposa

Futebol: Mais notícias

Futebol São Paulo

Justiça dos EUA decreta liberdade de Jean após agressão a esposa; goleiro ex-São Paulo tem ultimato de juiz

Apesar de ter sido liberado, o ex-goleiro, do São Paulo, continuará sendo processado na Flórida pelo crime de violência doméstica

Bolavip

Jean, ex-São Paulo, é solto nos EUA, mas ficará afastado da esposa

Jean, ex-São Paulo, é solto nos EUA, mas ficará afastado da esposa

Nessa quarta-feira (18), o goleiro Jean, do São Paulo, foi acusado de agredir a esposa, Milena Bemfica, durante uma discussão. O atleta, que está passando as férias em Orlando, nos Estados Unidos, foi preso, levando o Tricolor a se posicionar por meio de nota, afirmando que vai rescindir o contrato com o arqueiro após o período de férias.

Foto: Orange County Public Records


Já nesta quinta-feira (19), a Justiça dos Estados Unidos determinou a soltura de Jean após uma audiência. O jogador saiu da penitenciária do Condado de Orange no fim desta tarde, no horário de Brasília, após realizar todos os trâmites. Além disso, o São Paulo manteve a sua decisão de desligá-lo do elenco.

 

No entanto, apesar de ter sido liberado, continuará sendo processado na Flórida pelo crime de violência doméstica. Também deverá manter distância da esposa, de acordo com a decisão do tribunal. Porém, a Justiça permitiu que o atleta mantenha contato com as filhas, sob supervisão de terceiros.


O goleiro vai poder voltar ao Brasil e responder através de um advogado constituído no estado americano. Jack Goldberg foi o representante do jogador na audiência de hoje. A decisão da Justiça é baseada na promessa do goleiro de comparecer perante o tribunal em audiências futuras  e também em se comprometer a não se envolver em outras ações ilegais.

Milena Bemfica se manifestou nas redes sociais depois da decisão da Justiça americana e afirmou que não deu queixa contra o atleta pensando nas filhas. "Se eu desse queixa, ele teria que pagar tudo aqui nos Estados Unidos, e eu não quero um futuro desse para as minhas filhas". Mesmo assim, o jogador vai ser processado e Milena não poderá solicitar a retirada desta ordem judicial.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.