Na última terça-feira (22), o cantor Erasmo Carlos, de 81 anos, faleceu no Hospital Barra D'Or, na Barra da Tijuca. O eterno Tremendão estava internado e deixou a esposa, Fernanda Passos, e dois filhos, Gil e Leonardo. O terceiro, Carlos Alexandre, morreu em 2014 em um acidente de moto. Nos últimos meses, o artista enfrentou uma grave síndrome edemigênica.

Ela causa acúmulo de líquido nos tecidos do corpo, provocando edemas e inchaços. A família divulgou uma nota informando que Erasmo teve um quadro de paniculite agravado por sepse de origem cutânea. Na manhã desta quinta-feira (24), Fernanda Passos usou o Instagram para desabafar sobre a morte do marido, afirmando que está “desesperada” e sem rumo.

“Nenenhô! Você sentiu a brisa do mar? A água gelada bater e levar nossos nomes? Você tava aonde? Comigo? Em mim? Na varanda me olhando? Me sinaliza para eu não morrer de desespero! Do palco você sempre queria saber onde eu estava sentada para olhar na minha direção. Eu tô desesperada, estou com medo de esquecer dos detalhes da gente, amor”, disse.

“Eu não queria que ninguém te visse, te tocasse, te encarasse assim! Mas eu deixei você me guiar e sua voz no meu ouvido: deixa pra lá, meu bem! Finge que não ouviu, eu quero viver em paz. Eu só quero paz. Que orgulho da sua sabedoria! Você soube se preservar e eu quero manter te preservando. Meus 1,62 eram incapazes de fazer o que eu gostaria pelos seus 1,86”, encerrou.