Carmen Lúcia Hondjakoff, mãe do ator Sérgio Hondjakoff, mais uma vez conversou com a imprensa a cerca do tratamento contra dependência química ao qual o artista está sendo submetido. O eterno 'Cabeção' de Malhação, da Rede Globo, foi internado em uma clínica de reabilitação em São Paulo no dia 11 de junho, mas a família decidiu transferí-lo para outra instituição 21 dias depois do início do tratamento.

Em recente entrevista à revista Quem, a mãe do ator disse que a identidade do local onde o filho foi internado, agora será mantida em sigilo, e explicou o porquê da decisão: segundo Carmen, a transferência foi necessária para evitar o assédio midiático. "Ele teve que mudar de clínica porque algumas mídias descobriram o endereço da primeira e estavam pressionando a clínica para fazer matérias com ele ao vivo. Meu filho estava lá se tratando e não respeitaram isso", desabafou.

Carmen também explicou sobre o tempo de internação de Sérgio, dando indícios de que o processo será demorado. "Só para desintoxicar, leva no mínimo, três meses. Fora a continuação do tratamento. Não quero dizer com isso que o Sérgio vai ficar lá um ano, isso depende de cada paciente e do seu progresso no tratamento."

A mãe do ator continuou usando outros casos de internação como exemplo: "Outras pessoas públicas ficaram internadas de uma única vez um ano e meio, por que com o Sérgio seria uma internação tão curta? Ele está internado há menos de dois meses". E pediu calma e paciência aos fãs de Sérgio Hondjakoff: "Só peço que todos continuem torcendo para ele sair dessa, no tempo que for necessário. O tempo não é importante, o importante é a possitividade dele e dos que gostam dele: família, amigos e fãs. Isso é crucial para a conscientização dele", concluiu ela.