Hoje, é difícil encontrar uma pessoa que não usa o Instagram. Além de fotos e vídeos, o aplicativo também se tornou uma ferramenta de trabalho. Centenas de marcas e empresas, aliás, decidiram investir pesado com anúncios nestes últimos anos. Hoje, diversos influenciadores ganham dinheiro com publicidade, cobrando quantias altíssimas por uma divulgação nos Stories

O app, aliás, se reformula com frequência e, quase sempre, lança uma nova atualização. O Facebook, de Mark Zuckerberg, comprou o Instagram ainda em 2012, por algo em torno de US$ 1 bilhão de dólares. Hoje, segundo informações, o valor aumentou e está avaliado em mais de US$ 100 bilhões (R$ 473 bilhões de reais, na cotação atual), exatamente 100 vezes mais.

Agora, existe um recurso que permite enviar trechos de músicas pela seção de mensagens, conhecida como Direct. Desta forma, será possível copiar o link de uma música em serviços de streaming (como Apple Music e Amazon Music) e compartilhar um trecho de até 30 segundos. O modo foi liberado nesta última quinta (31) e já vem sendo utilizado por milhares de usuários.

Em breve, essa ferramenta também terá integração com o Spotify, app de músicas mais usado por todo o mundo. O Instagram, em comunicado, também oficializou outras funcionalidades que já estavam disponíveis no Brasil. Entre elas, estão o atalho “@silencioso”, que permite enviar qualquer tipo de mensagem pelo Direct sem notificar o destinatário.