O ator Cauã Reymond acabou com a animação de seus vizinhos, que promoviam festa com som alto atrapalhando a paz e o sossego de moradores. O ator chamou a Polícia Militar, que foi até o local, um condomínio no bairro do Joá, área nobre da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Dentre os convidados estava a ex-BBB Bárbara Heck, participante da última edição do reality.

De acordo com o colunista site Splash (UOL), Lucas Pasin, o ator acionou a polícia e acompanhou os PMs na averiguação. Era por volta das 22h30 quando Cauã chegou na porta da casa dos vizinhos acompanhado da polícia para pedir que diminuíssem o som ou acabassem com o evento. E quem saiu da festa para conversar com os PMs foi a ex-BBB Bárbara Heck.

 

Ainda segundo o colunista, uma convidada teria informado que alguns presentes no evento não gostaram da forma encontrada pelo ator para resolver o problema, já que não era tão tarde da noite e, também, por não ter sido feito um pedido direto ou para o porteiro, o que poderia ser feito de forma a evitar o acionamento da polícia. Procurada pelo colunista, Bárbara Heck confirmou o ocorrido.

 

Bárbara: “Ele [Cauã] pediu para abaixarmos o som porque estava com a filha em casa. Foi tudo conversado numa boa. Abaixamos um pouco, mas não acabamos com a festa. Cauã foi muito educado”, disse a ex-BBB, acrescentando que uma dupla estava cantando ao vivo no evento e que não imaginou que o som poderia estar incomodando por não estar muito alto. A moça disse que "achou engraçado" quando percebeu se tratar de um galã global.