O Twitter anunciou uma nova mudança na política de privacidade da rede social. Agora, os usuários não poderão mais publicar imagens e vídeos de pessoas sem o consentimento delas. A nova regra não vale para figuras públicas ou pessoas retratadas em fotos de interesse público ou com fins jornalísticos.

As novas medidas, que entraram em vigor nesta quarta-feira (1º), foram recebidas com críticas pela maior parte dos usuários, argumentando que as mudanças foram muito imediatas e podem resultar em censura indevida. A empresa esclareceu a decisão em uma série de tweets, acrescentando que publicações mostrando eventos públicos, incluindo protestos em massa e eventos esportivos, em grande parte não violariam a política.

Além de fotos e vídeos, a política de informação privada do Twitter proíbe também o compartilhamento não autorizado de documentos de identidade, dados financeiros e outras informações de terceiros, como dados médicos ou biométricos, por exemplo.

Os usuários podem denunciar tuítes com imagens ou informações privadas por meio da Central de Ajuda do Twitter. Ao acessar o site, é preciso clicar em "Fale Conosco" e, depois, em "Como permanecer em segurança no Twitter e conteúdo sensível". A página apresenta um formulário, onde é possível informar que houve a publicação de informações privadas e dar mais detalhes sobre a situação.