Dados da Sensor Tower e da Apptopia, empresas que monitoram mudanças ocorridas na App Store, notaram um novo tipo de compras internas no Instagram, com valores que vão de R$4,90 a R$27,90 e nos EUA, de US$0,99 a US$4,99. Conforme observado pelas empresas de análise, o aplicativo foi recentemente atualizado com essas possíveis futuras opções.

Apesar de não estar claro que tipo de assinaturas seriam essas, muito provavelmente a rede está procurando novas formas de ajudar criadores de conteúdo, e de quebra, monetizar ainda mais a sua plataforma.

Uma possibilidade viável seria a opção de usuários poderem desbloquear conteúdos exclusivos de certas contas a partir dessas assinaturas. Normalmente, o Instagram testa funções como essa com pequenos grupos, então pode ser que esse seja o próximo passo da rede antes de um lançamento oficial.

Em maio, Adam Mosseri, Head do Instagram, já havia relatado que a plataforma estava estudando um formato de assinatura para se distanciar um pouco do modelo de anúncios. "Estudamos diferentes formas de facilitar uma relação financeira entre um fã e o criador de conteúdo", explicou.

As iniciativas podem ser uma tentativa de competir com outras plataformas, como o Twitter, que recentemente lançou o Super Follows, que permite a postagem de tweets exclusivos para seguidores que pagam uma assinatura. É esperado que o Instagram siga a mesma linha, mas por enquanto, nada foi confirmado ainda.