O Corinthians conheceu há pouco seu adversário na Copa Libertadores da América. E mais uma vez ficará frente a frente com o Boca Júniors. O primeiro jogo será disputado na Neo Química Arena na última semana de junho e a volta será em Buenos Aires. As duas equipes já se enfrentaram duas vezes nessa temporada. No primeiro encontro deu Timão em São Paulo pelo placar de 2 a 0. Na  Argentina os time empataram em 2 a 2. 

O Alvinegro tentará seu segundo título do torneio continental. O primeiro foi conquistado há exatamente 10 anos quando o clube paulista venceu justamente os argentinos na final. Mas para o jornalista Flávio Sormani, o Boca Júniors é o favorito no confronto por alguns motivos. Segundo o profissional, que esteve presente no programa F90, da ESPN Brasil, o Alvinegro não tem tradição na Libertadores enquanto os argentinos sabem jogar a competição. 

 

 


“O Corinthians quando chega na Conmebol não entra, porque ninguém conhece. Mata-mata é outro campeonato. O Corinthians não tem camisa. Libertadores não é só ter time, é ter camisa, é saber jogar a competição. O Boca conhece todos esses caminhos. Ele está lá toda hora brigando, ganhou seis títulos”, pontou. 

 

 

 

 

A torcida do Corinthians não digeriu muito bem as críticas do comentarista. Para muitos, Sormani faltou com respeito com o bicampeão mundial. “O Corinthians não deveria liberar mais ninguém para dar entrevista a ESPN, o que o Sormani acabou de desrespeitar foi uma sacanagem”, disse um torcedor. Outro fanático corinthiano detonou o comentarista. “Sormani  só fala m****do Corinthians. Tá na hora desse cara ser cobrado a altura. Não sei o que acontece, que a direção do Corinthians nunca toma uma postura”, ponderou. Já outro foi mais além:  " Respeita a história do Corinthians”, concluiu. 

 

 

 

O Corinthians volta a campo neste domingo para encarar o América Mineiro, no domingo (29), às 18h, em jogo válido pela 8ª rodada do Brasileirão. O Timão é o líder da competição com 14 pontos ganhos até aqui.